Movimento Ecos apresenta Projeto Socioambiental para instituições

Na manhã do último sábado (7), o Movimento Ecos realizou o lançamento do Projeto Socioambiental 2022, no auditório da Dom Helder e EMGE. O projeto é desenvolvido em parceria com a Secretaria do Estado de Educação de Minas Gerais (SEE/MG), e tem como coordenador-geral o professor Francisco Haas, com auxílio dos professores Luiz Chaves, José Cláudio Junqueira e Larissa Martins.

O evento marcou o reinício das atividades do Ecos, e a mesa de abertura contou com o professor Francisco, Paulo Stumpf, reitor da Dom Helder, e Geniana Faria, representando a SEE/MG. Todos destacaram a importância de consolidar a parceria em vista de uma educação ambiental sustentável. Geniana disse: “É interessante pensar que, depois de passar por dois anos de pandemia, o número de escolas participantes no projeto só aumenta. Isso mostra que realmente é um projeto que a comunidade escolar abraçou.”

Para 2022, o Movimento Ecos possui desafio de voltar às atividades presenciais socioambientais para mais de 300 instituições públicas, privadas, municipais e estaduais do Ensino Médio. A ideia é levar a temática da educação ambiental na perspectiva da sustentabilidade, fazendo com que ela seja cada vez mais parte das discussões. Para que as habilidades e competências aconteçam, é de importância imprescindível que cada instituição parceira tenha ao menos um professor participando do projeto.

CONFIRA O VÍDEO COMPLETO!

Seguindo a programação, no painel 2, foram apresentados a cooperação técnica e a estrutura do Movimento Ecos. O professor Francisco relembrou que, no último ano, 210 escolas se credenciaram mesmo em tempo de pandemia e aderiram à proposta das atividades socioambientais.

No painel 3, os participantes puderam conhecer as diretrizes, o regulamento para credenciamento das escolas ao Movimento Ecos e os editais que terão ao longo do ano. No primeiro semestre serão dois editais, do Concurso de Redação e da Pegada Ambiental. No segundo semestre serão outros dois editais. Nesse ano, o Ecos também irá dialogar com o Campeonato Estadual de Matemática (CEM), cujo tema é ESG, uma sigla em inglês que significa Ambiental, Social e Governança, e as inscrições iniciam em junho. O último edital será de Festival de Dança, grande espetáculo da 9ª Caminhada Ecológica, que já tem data para o dia 25 de novembro. Além disso, ao final do ano, será divulgado o resultado do processo seletivo de bolsas para as escolas que se credenciaram no projeto do Ecos. Serão sorteados também prêmios simbólicos e uma viagem à Nasa.

Ao final, todos os representantes das instituições saíram muito empolgados com os trabalhos e ideias que terão com os estudantes. Maria Ester Costa, professora da Escola Estadual Elpidio Aristides de Freitas, disse que “foi um evento muito convidativo, nos propôs a um repensar ambiental e coletivo. Tem um potencial de engajamento muito grande, uma revolução começando no ambiente da sala de aula.”

O Movimento Ecos é importante para que os estudantes finalizem o 3º ano do Ensino Médio e consigam levar a discussão e a temática sustentável para a vida. O professor Francisco finalizou: “O principal é que os professores e diretores que vieram estão animados nesse retorno. Demonstraram um grande interesse nas atividades práticas e isso é muito importante. Estamos muito animados para esse reinício.”

{"autoplay":"true","autoplay_speed":3000,"speed":300,"arrows":"true","dots":"false"}