EMGE recebe comissões do Ministério da Educação

Durante o ano de 2015, seis comissões de especialistas em engenharia estiveram na sede da EMGE para avaliar suas instalações físicas, laboratórios, biblioteca, organização pedagógica e Corpo Docente.

A primeira avaliação ocorreu nos dias 10/05/2015 a 13/05/2015 (Prot. nº 201406370; Cód. MEC nº 977977; Cód. Aval. nº 117534) sendo que o curso de Engenharia Química da EMGE obteve Conceito Máximo no MEC. A comissão de especialistas em Engenharia Química do INEP (Órgão Oficial de Avaliação do Sistema Federal de Ensino ligado ao MEC) considerou que também os laboratórios da Engenharia Química são excelentes em qualidade e quantidade. Por isso, também os laboratórios de Engenharia Química da EMGE obtiveram Conceito Máximo no MEC.

Nos dias 16/08/2015 a 19/08/2015, foi a vez do curso de Engenharia de Produção da EMGE receber a comissão de especialistas em Engenharia de Produção do INEP (Órgão Oficial de Avaliação do Sistema Federal de Ensino ligado ao MEC) para a avaliação in loco. Pela segunda vez, um curso de Graduação da EMGE obteve Conceito Máximo no MEC (Prot. nº 201406366; Cód. MEC nº 977981; Cód. Aval. nº 117530). Assim, também os laboratórios do Curso de Graduação em Engenharia de Produção da EMGE obtiveram Conceito Máximo no MEC.

Já o curso de Engenharia Elétrica da EMGE, situado entre os melhores do Brasil, teve sua avaliação in loco realizada por uma Comissão de Especialistas composta por Engenheiros Eletricistas do INEP (Órgão Oficial de Avaliação do Sistema Federal de Ensino ligado ao MEC). A avaliação ocorreu nos dias 24/05/2015 a 27/05/2015 (Prot. nº 201406371; Cód. MEC nº 977980; Cód. Aval. nº 117535). Seus laboratórios também obtiveram Conceito Máximo no MEC.

O curso de Engenharia de Computação da EMGE também obteve Conceito Máximo no MEC, em avaliação in loco realizada por uma Comissão de Especialistas composta por Engenheiros de Computação do INEP, nos dias 12/08/2015 a 15/08/2015 (Prot. nº 201406356; Cód. MEC nº 977982; Cód. Aval. nº 117527). Igualmente, os laboratórios da Engenharia de Computação conseguiram Conceito Máximo no MEC.

Finalmente, nos dias 19/08/2015 a 22/08/2015, o curso de Engenharia Civil da EMGE submeteu-se à avaliação in loco da Comissão de Especialistas em Engenharia Civil do INEP (Órgão Oficial de Avaliação do Sistema Federal de Ensino ligado ao MEC). O resultado não podia ser outro: novamente a Comissão do INEP atribuiu Conceito Máximo para o Curso de Engenharia Civil e para seus laboratórios (Prot. nº 201406355; Cód. MEC nº 977979; Cód. Aval. nº 117526).

Assim, somada às avaliações de seus cinco Cursos de Graduação em Engenharia, a avaliação da EMGE, para fins de credenciamento, consagrou um início extremamente exitoso para esta escola superior especializada em Engenharia.

Para o Reitor da EMGE, Prof. Franclim J. Sobral de Brito, o povo mineiro, pela sua tradição em ensino de qualidade, merece uma Escola Superior que, desde a sua origem, é conceito máximo no MEC.

Ligada à rede internacional de universidades jesuítas, com mais de 200 instituições e 500 anos de excelência na educação, segundo o Reitor, a EMGE se apresenta como Escola Superior especializada em engenharia com vocação para contribuir significativamente para o desenvolvimento tecnológico e científico do povo mineiro.