Live destaca a importância da transversalidade na proteção ambiental

Com discursos importantes relacionados à transversalidade e ao sentimento de pertencimento ao ambiente, com o foco na educação ambiental, o Movimento Ecos realizou nesta terça-feira (13) a segunda live da Campanha Agir Socioambiental. O tema “Transversalidade, leis ambientais e práticas diárias dos cidadãos” foi debatido pelos professores da Dom Helder Thiago Loures, Humberto Gomes Macedo e Maria Aparecida Cota, e pelo pesquisador Dr. José Carlos Batista, juntamente com o professor nucleador do Ecos Willio Campos, mediador da live. 

A conversa também contou com a representante da Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE/MG), Flávia Paola Félix Meira. Ela discursou sobre o novo currículo do ensino médio das escolas estaduais, que terá como base a formação geral básica com 1.800 horas juntamente com os itinerários normativos, compostos por 1.200 horas, bem como o volume de informações que estão disponíveis. “Concordo com a difusão da informação neste mundo em que estamos vivendo, mas eu acredito que o conhecimento caminha muito mais para o caminho da experiência e da profundidade”, ressaltou Flávia Paola.