Visita técnica à Refinaria Gabriel Passos – Petrobras

 

Por Gustavo Lemos – Estudante do 2º período

A Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE) realizou uma visita técnica na Refinaria Gabriel Passos (Regap) na quarta feira, dia 14 de novembro de 2018. A instituição de ensino foi representada pela professora Aline Almeida da Silva Oliveira. Leonardo Costas, coordenador de visitas da base de operações, orientou os 35 alunos do curso de graduação em Engenharia Civil.

A refinaria pertence à Petrobrás e está em atividade desde 1968 em Betim, região metropolitana de Belo Horizonte. O local possui uma área total de 12,8 km², onde 230 hectares são destinados aos processos industriais e uma reserva ambiental próxima de 50.000 m². A capacidade de processamento chega a 24.000 m³/ dia ou 150 Mbbl/dia (mil barris por dia).

A ida teve por finalidade reconhecer o campo industrial e compreender os processos em que o petróleo é subjugado até ser direcionado aos postos de distribuição. Ao mesmo tempo, os alunos foram responsáveis por identificar funções em que os engenheiros civis são essencialmente requisitados, uma vez que os profissionais de engenharia química e produção são predominantes.

 

A visita

Os alunos, junto à professora, se reuniram na sede da EMGE para a saída em direção à Regap às 7 horas. Ao desembarcar, a equipe foi direcionada à sala de recepção onde o coordenador de visitas Leonardo Costas trouxe informações sobre a história da refinaria, os processos realizados e as áreas do pátio, assim como curiosidades gerais sobre a Petrobrás.

O petróleo e a refinaria

O petróleo é o principal combustível fóssil utilizado pelo homem uma vez que seus derivados se tornaram indispensáveis para o desenvolvimento humano. Dentre os produtos, podem ser destacados a gasolina, a parafina, o gás natural, o gás liquefeito de petróleo (GLP), produtos asfálticos, querosene, óleo diesel e combustível de aviação (QAV).

Ao chegar a refinaria pelos oleodutos, o petróleo bruto é armazenado em grandes tanques. A partir deste ponto, podemos dividir o processo em três grandes etapas: separação, conversão e tratamento.

Devido ao fato de ser uma mistura muito complexa, a etapa de separação é subdividida em destilação fracionada, destilação a vácuo e craqueamento térmico. O craqueamento consiste em transformar as longas cadeias de hidrocarbonetos nos produtos que o parque industrial é responsável por produzir. Por fim, após a conversão, o produto é destinado ao tratamento para a minimização de impurezas e, consequentemente, direcionado às organizações responsáveis. A gasolina e o diesel, por exemplo, são conduzidos às distribuidoras que abastecem os postos de combustível.

 

Unidades de Monitoramento

Os alunos da EMGE tiveram a oportunidade de observar a equipe técnica da Petrobrás em um de suas salas de monitoramento. Neste local, os profissionais têm diversos equipamentos à disposição a fim de observar e acompanhar o funcionamento de cada tubulação, válvula, tanque, reservatório, duto, e demais áreas de interesse. O objetivo desta equipe é identificar possíveis irregularidades e trabalhar rapidamente para manutenção do processo.

 

O Engenheiro Civil e a refinaria

Como já citado, o Engenheiro Civil não é predominante em refinarias. No entanto, é indiscutível que existem tarefas cujo trabalho em equipe com este especialista é indispensável. 

O complexo de óleo/gasodutos exigem um estudo cuidadoso da hidrologia, sendo uma tarefa importante do engenheiro civil. Por outro lado, a manutenção e recuperação de estruturas são de extremo valor.

Juntamente, os processos realizados no refino do petróleo exigem um potencial hídrico muito elevado, especialmente nos momentos de hidrotratamento e hidrodessulforização. Portanto, os engenheiros civis podem atuar no exame e manejo de reaproveitamento de água.

 

REFERÊNCIAS

COLUNISTA PORTAL EDUCAÇÃO. Processo de refino: separação, conversão e tratamento – Petróleo .Disponível em: <https://www.portaleducacao.com.br/conteudo/artigos/administracao/processo-de-refino-separacao-conversao-e-tratamento-petroleo/36269>. Acesso em: 27 de novembro de 2018.

FOGAÇA, Jennifer Rocha Vargas. Refino do petróleo. Disponível em: <https://mundoeducacao.bol.uol.com.br/quimica/refino-petroleo.htm>. Acesso em: 27 de novembro de 2018.

PETROBRÁS. Refinaria Gabriel Passos (Regap). Disponível em: < http://www.petrobras.com.br/pt/nossas-atividades/principais-operacoes/refinarias/refinaria-gabriel-passos-regap.htm >. Acesso em: 27 de novembro de 2018

MECÂNICA INDUSTRIAL. Processamento de Petróleo. Disponível em: <https://www.mecanicaindustrial.com.br/579-processamento-de-petroleo/>. Acesso em: 27 de novembro de 2018.