Teoria da mudança encerra a participação da EMGE no Challenge

 

Por Patrícia Almada
Repórter DomTotal

Pensando em como dar suporte necessário às pessoas que desejam empreender e garantir o sucesso de seu negócio, a Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE) recebeu na noite dessa quinta-feira (13) mais uma etapa do Challenge 2018.

O Challenge é um programa de desenvolvimento local que apoia o diálogo sobre negócios de impacto social nas cidades, reunindo profissionais experientes em investimentos com jovens empreendedores, profissionais, universitários, empresas e ONGs. O objetivo é apontar soluções e transformá-las em negócios socialmente responsáveis que produzem grandes retornos financeiros e sociais. O evento é totalmente colaborativo, sendo todos os organizadores voluntários.

Nesta edição foram mais de 25 palestras com treinamentos.  Média de cem pessoas participaram com projetos de vários mentores.

Para finalizar a participação da EMGE, foi proferida uma palestra e treinamento na Instituição sobre ‘A teoria da mudança’, com a participação do UX Designer da Baanko, Bruno Teodoro.

Bruno explicou que a teoria da mudança é uma maneira de se colocar os projetos de forma visual. “Se coloca de forma explícita o objetivo, o problema que se quer resolver. A teoria da mudança vai ajudar a enxergar quais passos deve-se fazer para conseguir resolver esse problema, alinhado com o objetivo final. Esses passos vão de acordo com o problema que se tem. Mas geralmente estão envolvidos com os recursos, as atividades que precisa exercer para atingir os objetivos de acordo com a meta final”.

Para Bruno, eventos que incentivam o crescimento do empreendedor são de extrema importância. “O empreendedor tem que ter muita ‘raça’. Geralmente eles não conseguem um preparo antes. E com isso, indo na ‘raça’, eles conseguem se desenvolver e ter bons resultados. Mas com um treinamento como este eles têm oportunidade de aprender, sem precisar desembolsar dinheiro. Então, acho que esse evento vem muito para fazer a diferença na vida das pessoas que desejam empreender, mas não tem recursos necessários para investir no crescimento de seu negócio”, disse.

Apoio da EMGE

Para a professora Aline Oliveira, a participação da EMGE em eventos que incentivam o empreendedorismo e inovação colocam a Instituição em posição de destaque.É algo muito atual. O mercado de trabalho tem passado por mudanças. Por isso, é importante inserir a EMGE em contato com essas empresas e organizações que promovam inovação na área da tecnologia ou impacto social e ambiental, como é o caso do Challenge. Então, quando a EMGE se posiciona como parceira ela está colocando a sua marca como uma instituição que acredita nesse desenvolvimento tecnológico e sustentável, que o que agrega, com certeza, valores para a escola”, conta.

Aline complementa também que é importante a EMGE mantenha a proximidade com a realidade. “O Challenge é um programa de aceleração de negócios de impacto social e ambiental que busca soluções para problemas reais. Quando a EMGE se aproxima dessa realidade ela mostra que a academia não está totalmente desconectada do mundo”, concluiu.

Confira o álbum de fotos!