Laboratório da EMGE distribui álcool 70% para a comunidade acadêmica

O antisséptico será distribuído a toda comunidade acadêmica. Foto (Arquivo pessoal)

A pandemia no novo coronavírus está exigindo da sociedade um controle higiênico extremamente rigoroso para minimizar a disseminação da Covid-19, doença provocada pelo vírus. A lavagem das mãos e o uso de álcool em gel tornaram-se essenciais no combate ao micro-organismo. Pensando nisso, o Laboratório da EMGE Escola de Engenharia viabilizou a distribuição de álcool 70% para toda comunidade acadêmica.

O produto antisséptico foi fabricado pela professora Aline Oliveira e pelo laboratorista Gabriel Soares, seguindo a formulação indicada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) que considera eficiente a utilização de 70% do álcool etílico. Isto é, segundo o Conselho Federal de Química (CFQ), essa é a porcentagem mínima necessária para combater vírus, fungos e bactérias.