Nova ética e prática jurídica são debatidas em seminário sobre Direito Ambiental

Grupo de Pesquisa e palestrantes. Foto (Cássia Maia/ Dom Total)

Por Bárbara Teixeira*

A filosofia do ambiente, além de tentar conectar o homem à natureza, se preocupa com os rumos que a industrialização está tomando, visto que a mesma sobrepõe o meio ambiente. Foi pensando nisso que grupos de iniciação científica e pesquisa da Dom Helder Escola Direito realizaram, nesta sexta-feira (5), o seminário ‘Pensar uma Justiça Ambiental: contribuições filosóficas para um novo Direito Ambiental’.

Participaram da organização do evento, além do Grupo de Pesquisa “Por uma Justiça Ambiental” (coordenado pelo professor Émilien Reis), e do Grupo de Iniciação Científica “Filosofia do Ambiente e Direito Ambiental” (orientado pelos professores Émilien Reis e Marcelo Rocha), a Pró-Reitoria de Pesquisa. Os palestrantes convidados foram Émilien Reis, Marcelo Rocha, Vinícius Thibau, Edson Siqueira Jr. (FADILESTE) e Vânia Carvalho (UNIFAMINAS).

Émilien Reis ressaltou a importância da questão ambiental dentro das instituições de ensino nos tempos atuais. “A questão ambiental é importante na sociedade porquê é uma questão de sobrevivência. Então, na academia não se trata só da prática, mas também de uma questão intelectual. E pensar em uma ética ambiental talvez seja um primeiro momento para que depois tenham-se práticas ambientais corretas”.

Clique aqui, confira a matéria completa.