Esclarecimentos sobre o funcionamento da Escola nesta semana

Prezados(as) Estudantes da EMGE,

Considerando a solicitação de alguns Estudantes acerca do funcionamento de nossa Escola, esclarecemos que a EMGE funcionará normalmente a partir desta terça-feira (29), não obstante estejamos cientes do momento de instabilidade nacional bem como solidários a toda comunidade acadêmica, no que diz respeito aos efeitos desta instabilidade.

Nesse sentido, destacamos alguns aspectos:

1) Fazemos parte de uma rede com outras Instituições Jesuítas, que decidiram, juntas, pelo retorno às aulas neste dia, como contribuição social para restabelecer a ordem e o funcionamento das instituições dentro da possível normalidade:

FAJE: http://www.faculdadejesuita.faje.edu.br/noticia/comunicado-28052018-175954

Colégio Loyola: http://www.loyola.g12.br/

ETE FDC (Escola Técnica de Eletrônica): http://www.etefmc.com.br/

Dom Helder: http://domhelder.edu.br/

2) As empresas de ônibus de BH já se posicionaram garantindo a quase totalidade de sua frota em operação (http://servicosbhtrans.pbh.gov.br);

3) Salientamos ainda que, apesar da decisão de retomar as atividades, estamos sensíveis aos acontecimentos e, por isso, as seguintes medidas foram tomadas:

a) suspendemos as aulas na sexta-feira (25) e segunda-feira (28), bem como foi adiado o I Seminário, em colaboração com a Associação Atlética EMGE;

b) comprometemo-nos a não exigir presença do(a) estudante que eventualmente não possa comparecer – este compromisso estende-se por toda a semana. Entretanto, de outra parte, nosso compromisso estende-se, também, àqueles(as) que poderão comparecer e nos demandam a prestação regular de aulas (nossa obrigação).

Diante disso, firmamos o compromisso de garantir:

a) aulas em caráter revisional, sem conteúdo novo;

b) não exigência de frequência em sala, por meio de “chamada”;

c) a contraprestação institucional, que é de oferecer aulas, esforçando-nos para cumprir nossa missão, respeitando todas as possíveis dificuldades de nossos(as) Estudantes.

Acreditamos que o momento exige de nós a iniciativa de, aos poucos, retomar a rotina de nossas atividades. O Magis é justamente a capacidade de “fazer mais” ou o “máximo”; assim, temos a convicção de que ser Magis neste momento é esforçar-se para o retorno de nossas atividades, com o discernimento e respeito, para que consigamos, solidariamente, ajustar todas as demandas que nos são apresentadas.

Cordialmente,

A Direção.